Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

3 em Linha

-Blog familiar é só entrar com boa disposição- 😉

3 em Linha

-Blog familiar é só entrar com boa disposição- 😉

Está aberta a época balnear.

Janeiro 23, 2019

Ricardo Correia

201791_210582315627424_129771457041844_776988_6493

 

Estava a ver que nunca mais vinha chuva! Felizmente com a chegada da chuva vem a abertura oficial da época balnear.

 

É caso para dizer que a malta já pode tomar banho outra vez. Afinal de contas ao preço a que estão as rendas das casas, não dá para tudo. Ou bem que se paga a renda ou se paga a água! As duas é que não dá...

 

Também as concessionários já podem contratar os nadadores-salvadores uma vez que com a chegada da chuva vem também aquelas ventanias e pequenas tempestades. Deste modo os nadadores-salvadores são bastante importantes para mandar chegar para trás aqueles bares e cafés da praia, que teimosamente insistem em estar estacionados no areal. E o mais curioso é que cada vez há mais chapéus de palha vazios e barracas ao abandono para alugar, que nascem na praia como erva daninha. E eu a pensar que a praia era do povo! Afinal não.

 

É não só. O desgraçado do nadador-salvador tem uma árdua tarefa, que consiste em mandar sair aqueles chicos espertos que decidem ir ver as ondas, precisamente naquele dia em que assim que se põe o pé fora do carro, levamos com um quilo de areia na tromba e andamos de rojo a tentar chegar ao paredão arrastados pelo vento. Só porque é giro ver ondas grandes!

 

Rapidamente também as cidades viram campos... e zona rural. Com lindos rios a nascerem alegremente onde dantes havia avenidas. Tomam conta das nossas estradas e rotundas. E em certas zonas, vê-se lindos lagos e charcos, onde teimosamente o ser humano insestia em deixar buracos no alcatrão.

 

Nesta altura toda a gente se apressa a vestir as gabardinas, e a trazer consigo o guarda-chuva. Este somente para quem não deseja lavar o cabelo, porque de resto, ninguém está isento de levar um banho projetado a jato lançado por um veículo mais apressado em que o condutor se julga a conduzir um "hovercraft".

 

As estradas, essas, ficam reluzentes cobertas de belos lençóis de seda de água. E algumas deixam um rasto de lama à passagem dos tratores e camiões. Enfim! Uma maravilha da natureza.

 

As poças de água passam a ser a animação mais entusiasmante da época, para a criançada que sente que tem que cumprir uma missão importante. Perde o jogo aquele que não saltitar em cada uma delas e espilrrar tudo e todos à sua volta, enquanto lançam aquelas gargalhadas divertidas. Quais pinipons ou playmobis? Enquanto houver poças, à vida.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Posts mais comentados

Comentários recentes

  • mariana

    Muitos parabéns Beatriz!

  • Ricardo Correia

    Meu caro amigo "sabe tudo" de facto existe muita g...

  • José Duarte

    Nunca vi tanta ignorância junta. Deveria de pegar ...

  • Anónimo

    Obrigado Mariana. Fico feliz por proporcionar mome...

  • mariana

    Li as primeiras cinco palavras e já me comecei a r...