Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

3 em Linha

-Blog familiar é só entrar com boa disposição- 😉

3 em Linha

-Blog familiar é só entrar com boa disposição- 😉

Gata, cadela e árvore de Natal, uma agradável combinação!

Dezembro 08, 2017

Ricardo Correia

5316878_a9459e30aa220590cb43e69cab045212_wm.jpg

Se há coisas que não combinam numa sala é ter uma árvore de Natal, uma gata (Luna) e uma cadela (Mini Cooper) por mais pequena que ela seja. Realmente ter animais domésticos em casa com uma árvore de Natal é simplesmente idiota. Apesar da Luna já ter dois anos, uma das características dos gatos é que não deixam de brincar, e por sua vez adoram trepar, e quanto mais alto melhor. Ela deve estar a jogar aquele  jogo do assalto ao castelo e quem chegar à estrela ganha! Então a linda árvore de Natal plantada na sala, já está toda esburacada devido ao facto de a Luna a trepar como quem sobe o Evereste. Já tivemos que compor os ramos, as fitas, as bolas, as luzes, outra vez!

 

Outra ideia parva que tivemos este ano foi de começar a por as prendas debaixo da árvore à medida que o pai natal as ia trazendo. Pensávamos nós que assim a árvore ficava mais bonita enfeitada com ostree71.jpg presentes por baixo dela. Ainda ficámos na dúvida se a criançada não iria lá dar a sua espreitadela aos embrulhos com a curiosidade, mas de facto não. Eles até sabem esperar! Mas como o outro elemento animal também não combina com árvore de natal, a Mini adora ir para baixo da árvore fazer dela casota. Deve achar agradável o facto de ter um jardim interior. No outro dias ralhei com ela para sair de lá de baixo e ela saiu disparada, só que levou um ramo agarrado a ela. Volta a por o ramo no sitio, ajeitar as bolas, etc, etc...

 

Como ela ainda tem poucos meses, a desgraçada está aflita dos dentes, então tivemos que tirar os presentes de lá debaixo porque ela já estava a roer os cantos das caixas e o papel de embrulho já estava a ficar rasgado. 

 

Outro animal, mas desta vez racional, a nossa pirralhita pequenita, a Beatriz, acha um piadão às bolas penduradas na árvore e diverte-se à brava a dar-lhe umas palmaditas por baixo para ver se elas se soltam e caiem, ficando a saltitar junto com as bolas. Não adianta dizer" Bia não mexas" porque enquanto tiver piada a coisa não vai resultar.

O Xavier ainda à pouco disse "a árvore este ano não sobrevive!". Vamos pensar que sim.

Oh não... mudanças outra vez!

Novembro 18, 2017

Ricardo Correia

DSCN0545.JPG

Pois é, hoje é dia de mudanças. Não, não vamos mudar de casa outra vez! É dia de mudanças na sala.

Virámos práticamente a sala toda do avesso, que por sua vez afetou o resto da casa.

Isto porque a Cláudia adora o Natal e comprou uma árvore gigantesca... de 210 cm de altura. Imaginem o diâmetro da plantação. Literalmente nasceu-nos um pinheiro na sala. Ainda tive que ir bater à porta da vizinha de cima para levantar o teto, porque a estrela do topo do pinheiro, já lhe estava a rasgar o chão e a entrar pela sala dela. Não me apetecia nada ficar com um buraco no meio da sala. Ficava assim para o feio e inestético, estão a ver? 

Um dos sofás que faz canto perdeu o canto e mudou-se para outras divisões da sala e do quarto respetivamente. E despediram-se com um até para o ano, entre baba e ranho  pois só nessa altura se voltam a encontrar. O móvel da sala levou um chega para lá, da árvore só para estar calado.

Ao fim de duas horas...ufa... a abrir ramos era altura de regar o pinheiro e lhe pormos adubo, para que ele dure o resto do ano.

Foi aí que nos perguntámos quem é que iria por a estrela no topo do respetivo.

A Ema sugeriu que podia ser a mamã que era alta! 

Eu - Sim, sim. Pode ser a mãe que é uma trave de 161cm, chega perfeitamente ao topo. Só precisa de se esticar um bocadinho.

Ema a colocar a estrela de natal.jpg

climbing-480459_640.jpg

Claro que a mãe riu-se  só de pensar em chegar ao topo. Só se fosse a fazer escalada radical pela parede acima ao bom estilo livre...livre de trambolhões. Então não restou outra solução senão alombar com Ema nos meus ombros para ela chegar lá acima. A Beatriz teria sido uma solução mais leve, mas infelizmente ela ainda não tem destreza nas mãos para lá por a estrela. Talvez para o ano o pinchavelho tome essa responsabilidade.

Depois lá para o fim da tarde já noite concluímos a decoração da árvore todos em família. Desde as luzes ás fitas e ás bolas. Ainda bem que somos muitos senão amanhã ainda estava a árvore por decorar. Afinal de contas ainda são uma bela carrada de ramos.

 

DSCN0532.JPG

 

DSCN0538.JPG

 

DSCN0536.JPG

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Posts mais comentados

Comentários recentes

  • Luísa de Sousa

    A Beatriz apresentou outra versão da história!!!Be...

  • Mamã Gansa

    E que bela manhã. Pena que a vida às vezes não nos...

  • Mamã Gansa

    Fala assim quem não é vítima de melgas como eu.

  • Anónimo

    Obrigado. Quando decidi criar este blogue foi prec...

  • Luísa de Sousa

    Verdade Ricardo, os filhos crescem tão rápido que ...