Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

3 em Linha

-Blog familiar é só entrar com boa disposição- 😉

3 em Linha

-Blog familiar é só entrar com boa disposição- 😉

Renascer das sombras

Janeiro 02, 2018

Ricardo Correia

 

desamparo.JPG

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Premeio a devassidão latente em mim.

O asco ardente do meu leito doentio.

A esgana que do meu espírito se apodera.

Do escroto imundo, preso por um fio.

Que raio se passa contigo?

Só tenho olhos para o negrume da vida.

Não dou valor ao que ilumina e brilha

Não me seduz a alegria do teu riso forçado,

Sou casmurro e crítico incontestado.

Sem forças para erguer o património

Que ruiu junto comigo da vitória do demónio.

Ainda espero pelo meu anjo guardião.

Que venha afastar as sombras que me rodeiam

A inveja que envolve o meu semblante,

Que derrubou o trono do meu coração.

Não posso dar um passo sem olhar em redor

Desconfio daqueles que me seguem, ignorantes.

Afasto-os com segura amargues, antipatia...

Quem lhes deu autorização, seus reles petulantes.

Sim! Porque eu sou um nobre burguês.

Sou uma força de maior, superior á raça humana.

Agora, auto incentivo-me, apoio-me á minha voz,

Dou azo á minha falsa imaginação que me imana.

Mas deixo cair por terra o manto que me cobre.

Mostrando ao mundo o que realmente sou.

Um bastardo da ralé, sem teto, sem terra.

Algo de abominável, criatura horrenda,

Em troca de um punhado de latão...um sabão

Que possa lavar a minha alma, da neura que me cobre.

Do lixo que me entope, dos espíritos que me consomem

E não me deixam descansar, chamando-me cada vez mais

Que entre na cova funda e de lá não retorne.

Ergo forças vindas do núcleo da minha alma

Quebro o lado ruinoso da minha sina

Não desejo deixar-me vencer pela neblina

Mas sim viver em paz com o meu espirito.

Não baixo os braços à amargura

Concedo-me três desejos dos astros

Ser feliz, amar, dar e receber ternura.

Porque no fundo sou humano como outros.

E não nasci para morrer na amargura.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Comentários recentes