Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

3 em Linha

-Blog familiar é só entrar com boa disposição- 😉

3 em Linha

-Blog familiar é só entrar com boa disposição- 😉

Para recém papás - #1 Preparação para o Nascimento

Outubro 23, 2017

Ricardo Correia

Guia Informal para Novos Papás

beautiful-young-pregnant-woman-in-beach-beautiful-

 

Pensar em ter um filho pode revelar-se algo bastante assustador ao princípio, e provocar enorme ansiedade. 

 

E garanto-vos que não é tarefa fácil. Mas lembre-se que sempre tem 8 a 9 meses para se preparar para esse grande acontecimento. 

 

Se receber a noticia da chegada da cegonha sem esta ter dado aviso prévio, respire fundo, sorria, porque foi uma das melhores coisas que lhe aconteceu na vida. Então agora não é altura para stress, mas sim para planeamento. Tudo requer uma estratégia conjugal, porque a partir desse momento muita coisa irá mudar nas suas vidas. Se uma vivência a dois já implicava partilha e respeito mutuo em todas as decisões da casa, agora tudo irá girar em função do bebé. Por isso, antes de mais, entrem em sintonia e tomem decisões conjuntas e aproveitem cada segundo desta nova experiência e demais lições que isto vos trará para o futuro. Porque 80% dos casos um bebé nunca vem só. 

 

Sendo o primeiro filho do casal estes tem tendência a comprar tudo e mais alguma coisa mesmo sem pensarem se realmente é necessário.

Então espero poder ajudar com algumas dicas e sugestões:

 

O que vai ter de estar pronto até o bebé nascer.

 

É hora de reflexão, vamos começar por mudanças lá em casa. A sua residência tem um quartinho extra? Esperemos que sim senão o mais complicado é arranjar uma casa nova. De preferência com dois quartos.

Não quer dizer que o bebé nos primeiros tempos não possa ficar no quarto dos pais, nada disso, mas é aconselhável ter o seu próprio quartinho. O quarto do bebé é fundamental para ele se habituar desde cedo a ter o seu próprio espaço e começar a interiorizar que existe um quarto dos pais e um quarto dele. Não deixe que ele fique no seu quarto mais do que três meses de vida, senão será mais difícil o bebé aceitar a mudança. Não o deixe invadir o seu espaço senão não vai conseguir diferenciar o espaço dele e o dos adultos. Porque os adultos continuam a ser adultos e precisam de privacidade. Assim como as crianças precisam de ter bem definido o seu sítio, quer seja para brincar e para desarrumar, quer seja para mais tarde fazerem os trabalhos de casa. Isto é fundamental. 

 

O quarto ideal.

 

O quarto convém que seja agradável e com espaço, bem arejado e soalheiro, de preferência com uma janela direta para o exterior. Lembre-se que mais tarde o berço será substituído por uma cama e uma montanha de brinquedos e peluches. Por isso opte por um quarto com boas dimensões.

 

banheira-dobravel-easytub-vertbaudet.jpg

Os bebés quando nascem precisam de luz natural. De noite tente optar por uma iluminação fraca ou de baixa potência. As cores nas paredes convêm que sejam claras e pouco intensas. Isto pode ser alterado à medida que o bebé for crescendo. É normal no caso das meninas se querer ver as paredes de cor de rosa, ou dos meninos de azul, ao invés de pintar a parede toda faça-o só numa zona especifica da parede por exemplo, numa risca horizontal. Opte por tinta lavável, fácil de limpar, porque a parte da higiene é o mais importante. As cortinas podem ser em tons alegres para contrastar e que deixem passar pouca luz. No chão não coloque carpetes nem tapetes, de preferência parquet envernizado ou linólio, fácil de lavar e mais quente do que em azulejo. No inicio o quarto não necessita de muitos móveis, somente o indispensável. O berço, o roupeiro e se preferir a banheira. Se preferir pode optar por uma dobrável fácil de transportar e arrumar. Veja aqui.

 

A temperatura do quarto deve manter-se entre os 18º e os 22º para que ele possa estar confortável.

 

Nos primeiros meses de vida pode optar por uma alcofa, de fácil transporte tanto para o bebé poder dormir no quarto dos pais, sala ou para saídas à rua. 

 

Escolha um berço apropriado de preferência de grades para que o oxigénio possa entrar à vontade. E ajustável em altura tanto as grades como o estrado e o colchão, porque mais tarde ou mais cedo o bebé quererá por-se de pé sozinho, e nessa altura baixa-se o estrado para não haver risco de quedas. Pode optar por um contorno de berço.colchão tem de ser das mesmas dimensões do berço nem mais pequeno nem com sobras, de modo a que o bebé não se magoe nos espaços em falta. Não o tape tipo tenda porque isso reduz a circulação de ar, e eles precisam de ar novo. Os bebés gostam de ver tudo a sua volta por isso o de grades é o ideal. Tente colocar o berço junto à janela para que a luz do dia chegue ao bebé, deste modo ele melhora a qualidade do sono, habitua-se a dormir tanto de dia como de noite, e o sol fornece propriedades naturais à pele de que o bebé necessita.

 

Criou-se um mito à volta dos riscos de apanhar sol. dentro das horas em que o sol é menos intenso não há problema. Tome consciência de que o sol é o único fornecedor de vitamina D pelo nosso corpo, aumenta os níveis de cálcio, previne doenças como artrite reumatóide, doença de crohn e esclerose múltipla, pois ajuda a regular a imunidade como osteoporose, doenças cardíacas, auto-imunes, diabetes e o cancro, principalmente no cólon, mama, próstata e ovários, pois reduz os efeitos da transformação das células, e ainda aumenta o bem-estar. 

 

Não seja super-protetor, eu sei que nesta fase do primeiro filho isso é pedir o impossível, mas tente não o proteger demais, na parte em que quando o bebé estiver a dormir a casa não precisa de estar em silêncio. Não fale baixinho, ou tire o som à televisão, nem se isole, pode continuar a levar os amigos lá a casa, se o bebé estiver a dormir no seu quartinho é normal que ele ouça as vozes dos pais e outros ruídos, porque se o habituar ao silêncio, então prepare-se para ir de malas e bagagens para o campo.

 

Pode optar também se sentir mais seguro por monitor de bebé. Uma pequena câmara de filmar com monitor portátil. Pode ver o seu bebe em tempo real enquanto está noutra divisão da casa.

 

Em relação a outros preparativos, mais lá para perto do nascimento do bebé, pode começar em pensar já também em comprar o ovo ou o conjunto carrinho-ovo-alcofa, porque não autorizam a saída da maternidade se o bebé não for no ovo devidamente acondicionado e em segurança para transporte no automóvel. 

E depois claro está a primeira roupinha, a manta para o caso de ser inverno, as fraldas de pano, toalha de banho, e saco de maternidade, para transportar todos os acessórios indispensáveis ao bebé fora de casa.

 

Porquê optar por compras online?

Se preferir pode optar por compras online, eu por exemplo sou um apologista deste método, podemos ter poupanças imediatas entre 20% a 60%, em relação ao comércio tradicional. E poupa-nos imenso tempo. Não precisamos de andar na confusão das lojas e muitas das vezes não encontramos o que procuramos.

  

Neste Post:

   

 

Próximo Capitulo "Para recém papás - #2 Durante a gravidez"

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Comentários recentes

  • Mamã Gansa

    Tudo atividades convidativas, parece que a Cláudia...

  • Ricardo Correia

    Pois, acho que é uma situação comum a muita gente...

  • Mamã Gansa

    Gostava, mas ele também foge de mim

  • Mamã Gansa

    . Muito bom o texto, Ultimamente só conheço gente...

  • Ricardo Correia

    Pois a Beatriz não sai de trás do vidro. É quando ...