Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

3 em Linha

-Blog familiar é só entrar com boa disposição- 😉

3 em Linha

-Blog familiar é só entrar com boa disposição- 😉

A Nossa História de Halloween - A Velhinha e a bruxa má

Outubro 31, 2017

Ricardo Correia

Elenco: Ema Correia e Ricardo Correia. Realização: Cláudia Correia e Xavier Correia.

Banda Sonora: Som ambiente e ruídos de fundo. 

 

halloween-witch-face.jpg

Era uma vez uma velhinha, muito velhinha que mexia o seu caldeirão ao lume, no fogão de lenha. A seu redor estava um gato preto, muito preto deitado ao calor. As velas da cozinha tremiam frágeis como a velhinha. A velhinha ia agarrando frasco atrás de frasco, deitando os ingredientes na panela e à medida que mexia o caldeirão ia-se lambendo e rindo da sua receita.

Concentrada nos seus afazeres a velhinha, muito velhinha, nem se apercebeu que o negro cobriu todo o céu e pouco depois caiam relâmpagos assustadores perto de sua casa. Uma sombra negra cobriu a janela e o gato eriçou o pelo e soltou um miar estridente. Miauuuu! O lume do fogão ficou fraquinho, fraquinho e de repente as velas que iluminavam a cozinha apagaram-se ficando tudo escuro!

Pum, pum, pum! Soaram três pancadas na porta! Mas quem seria a esta hora? Perguntou a velhinha com medo. A velhinha acendeu uma véla com as mãos a tremer, e dirigiu-se para a porta. A porta rangeu. À medida que a velhinha entreabriu a porta com as mãos muito tremulas e um vulto de chapéu comprido e bicudo sobressaiu na bruma. Com uma cara muito feia e uma enorme verruga no queixo, arrastar o seu cajado e com uma voz rouca perguntou?

- Sabes porque eu vim não sabes velhinha? Onde está o que procuro?

A velhinha cheia de medo disse nada saber. Então a bruxa má deu um empurrão á velhinha e correu para junto do caldeirão. Agarrou numa enorme colher de pau e levou o caldo à boca. - Hummm que delicia! - exclamou a bruxa má. Então a velhinha exclamou:

- Vieste aqui só pelo caldo de caramelo? Larga isso imediatamente sua bruxa má, esse caldo é para os meninos da vila. - a bruxa má deu uma enorme garagalhada cat-837517_640.jpg
- Ah ah ah. Agora é tudo meu e de mais ninguém. E vou levar este caldeirão comigo e ninguém me vai parar.

Quando a bruxa se preparava para sair com o caldeirão muito pesado, não reparou no gato à sua frente e tropeçou no pobre animal, o caldeirão voou para o ar e deu uma cambalhota na vertical, e todo o caramelo caiu em cima da bruxa má enquanto esta lançava um grito de terror. - Ahhhhhh! O caramelo era tão espesso, tão espesso, que a bruxa ficou em pedra não se conseguindo mexer mais. Assim o gato preto e a velhinha cozinheira riram-se da bruxa má e da sua goludice. Ainda hoje a estátua da bruxa má em caramelo, pode ser vista na cozinha da velhinha.

 

 

FIM

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Comentários recentes

  • Mamã Gansa

    Tudo atividades convidativas, parece que a Cláudia...

  • Ricardo Correia

    Pois, acho que é uma situação comum a muita gente...

  • Mamã Gansa

    Gostava, mas ele também foge de mim

  • Mamã Gansa

    . Muito bom o texto, Ultimamente só conheço gente...

  • Ricardo Correia

    Pois a Beatriz não sai de trás do vidro. É quando ...